sexta-feira, 16 de maio de 2014

Curta: A origem sombria de Peter Pan


"Peter" é um curta que mostra a origem de Peter Pan de forma sombria. O curta possui efeitos de alta qualidade e uma produção ao nível de grandes filmes.

Sinopse: Criado por uma mãe tirana e alcoólatra, Peter encontra a sua fuga em sonhos e contos que liberam a sua imaginação. Uma noite, depois de uma violenta discussão com sua mãe, ele se refugia nas docas. Uma pequena e atraente fada que precisa de ajuda irá conduzir Peter a um país imaginário





terça-feira, 13 de maio de 2014

Caged Fury: Ação com prisioneiras de lingerie e lésbicas!


Título: Caged Fury (Presídio em Fúria) - 1990
Diretor: Bill Milling
Roteiro: Bill Milling
Elenco: Roxanna Michaels, Erik Estrada, Michael Parks


Existem pérolas do cinema que deveriam sair da marginalidade e serem apresentadas para o mundo como exemplo de arte que se compromete apenas com a diversão.

"Caged Fury" deveria figurar na seção "Tralhas que você não conhece", mas isso aqui é tão ruim (e bom) que merece uns comentários...

Para se ter uma ideia do tamanho da bomba, leia a sinopse

O descontentamento geral leva a um ousado plano de fuga numa prisão de mulheres onde as internas são todas modelos de lingerie e as carcereiras lésbicas exigem favores especiais para se obter a condicional.

Porra! Essa sinopse já merece sua atenção, não?


Na trama uma jovem (gostosa) vai para a cidade grande para tentar a carreira de atriz e ser uma estrela do cinema - é lógico que ela só vai encontrar pilantras e tarados...hehe

Ao se recusar em fazer o teste do sofá para participar de um filme, a jovem é julgada e condenada a 2 anos de prisão!!!!

Ao chegar na prisão ela é atormentada por carcereiras lésbicas e obrigada a usar um uniforme nada convencional...

Caged Fury foi lançado em terras tupiniquins em como "Presídio em fúria" no formato VHS e como muitas produções dos anos 90 o filme apela para ação erótica sem noção. Assinado pelo diretor Bill Milling que tem em seu currículo atentados como "Febre de Verão" e "Lousiana Jones - No Templo do Prazer". Em Caged Fury o diretor se destacada por seu estilo putão em contar uma inesquecível história de amor, amizade e determinação - isso tudo apimentado por mulheres em profusão, ação calhorda e um herói que uma bizarra junção de Charles Bronson e Rambo.

O elenco é recheado de gente famosa (hehe), entre eles os canastrões Erick Estrada e Michael Parks. A protagonista ganha vida através da profunda atuação da gostosa Roxanna Michaels que se especializou em tralhas eróticas da pior qualidade, não é a toa que Caged Fury é o maior sucesso de sua carreira!


Caged Fury merece ser conhecido por todo cinéfilo doente mental e que busca trash da pior qualidade! Ação, mulheres e rock and roll são os principais atrativos.

E se o texto acima não te convenceu, fique com esse excelente diálogo apresentado nos primeiros minutos de projeção - nele um caminhoneiro questiona a uma gostosa como ela irá pagar a carona.

Gostosa: "Esse não é o caminhão para a autoestrada. Para onde diabos está indo?"

Caminhoneiro: "Estamos dirigindo por quase 320 km, e acho que você me deve"

Gostosa: "O quê?"

Caminhoneiro: "Você está sentada aí cruzando e descruzando as pernas. Acho que você deve estar querendo tanto quanto eu"

Gostosa: "Vá se ferrar"

Caminhoneiro: "Gosto quando fala sacanagem pra mim, isso me deixa pegando fogo."






segunda-feira, 5 de maio de 2014

Você é o Próximo: Um liquidificador sangrento!


Título: Você é o Próximo (You´re Next) - 2011
Diretor: Adam Wingard
Roteiro: Simon Barrett
Elenco: Sharni Vinson, Barbara Crampton, Ti West, Joe Swanberg, AJ Bowen

Atos de terror levam ao medo e este consequentemente leva a sobrevivência. Todos possuem "medo" de alguma coisa, o terror esta presente na rotina de qualquer cidadão do planeta, porém, muitas vezes a natureza humana aliada a violência camufla o consciente para que nos demos conta que o verdadeiro "terror" está dentro de nós.

O roteiro conta a história de uma família que se reúne em uma mansão para comemorar o aniversário de casamento do casal anfitrião, até que se incia um violento ataque a casa e as pessoas que lá se encontram.


"Você é o Próximo" é clichê até o talo e não vai agradar quem procura por um terror/suspense com alguma novidade, porém, ser previsível não torna esse filme chato e/ou monótono devido a habilidade do diretor Adam Wingard - que se inspirou em vários clássicos do gênero para criar horror sem frescuras e com identidade - essa aparece em aspectos técnicos como iluminação, enquadramentos de câmera e fotografia. Vale citar que o diretor é um dos bons nomes da nova safra do gênero e participou da direção dos aclamados "V/H/S" e "The ABCs of Death".


O elenco conta com a scream queen dos anos 80 Barbara Crampton e uma pequena atuação do diretor Ti West. Os personagens são batidos e seguem a formula que encontramos facilmente em outras produções do gênero. A única e necessária exceção e a protagonista que ganha vida através da deliciosa Sharni Vinson - que se transforma no maior pesadelo dos vilões e os envolve em um jogo onde táticas de sobrevivência se transformam em soluções sangrentas para um final altamente gore.

Já que citei o gore, esse cresce no decorrer da projeção, com destaque para a cena do liquidificador que é uma das coisas mais fodas que já vi no cinema de horror.

Você é o Próximo é acima da média graças as mãos precisas de seu diretor. Um banho de sangue que merece ser visto!




sexta-feira, 2 de maio de 2014

Ender´s Game - O Jogo do Exterminador


Título: Ender´s Game - O Jogo do Exterminador (Ender´s Game) - 2013
Diretor: Gavin Hood
Roteiro: Gavin Hood
Elenco: Asa Butterfield, Harrison Ford, Ben Kingsley, Viola Davis, Hailee Steinfeld, Abigail Breslin


Antes de assistir qualquer filme eu procuro dar uma conferida na ficha técnica deste afim de ser surpreendido positivamente ou negativamente, tendo como base os trabalhos anteriores dos envolvidos. Ao verificar que Gavin Hood do péssimo "X-Origens: Wolverine" assinava a direção e o roteiro de "Ender´s Game - O Jogo do Exterminador", logo pensei, "puta que pariu, deve ser uma merda".

Será que eu estava errado? Continue lendo... hehe

A trama mostra um governo que recruta moleques pré-adolescentes para um duro treinamento com o objetivo de proteger o planeta de invasores alienígenas. E por que eles recrutam jovens? Porque as crianças aprendem com mais facilidade e são apresentadas a alta tecnologia desde seu nascimento.

Vale lembrar que "Ender´s Game" foi baseado no livro homônimo escrito por Orson Scott Card em 1985.

Sem muita enrolação o roteiro apresenta os personagens e suas motivações. Rapidamente somos apresentados ao personagem Ender Wiggin (Asa Butterfield) que é considerado o soldado perfeito aos olhos do Coronel Hyrum Graff (Harrison Ford). Em ritmo alucinante o roteiro introduz o jovem Ender em um duro treinamento onde seus limites psicológicos e físicos serão testados ao limite.

"Ender´s Game" foi lançado com classificação PG-13, ou seja, o objetivo dos produtores era agradar o público infanto juvenil e adulto com uma ficção científica acessível e sem violência gráfica.

Incrivelmente o contestado Gavin Hood conseguiu se equilibrar na "corda bamba" e agradar o espectador de todas as idades. O filme apresenta elementos de ação, aventura e drama; com destaque para a construção do personagem protagonista que vive a transição da criança para o adulto; a formula correta para conquistar "todas as idades".

A produção contou com 110 milhões de dólares, bem gastos com cenários convincentes e com efeitos CGI de alta qualidade, além do elenco recheado de jovens promissores e dinossauros cinematográficos, leia-se, Harrison Ford, Ben Kingsley e Viola Davis.


O protagonista ficou a cargo de Asa Butterfield que apesar da pouca idade possui em seu currículo filmes excepcionais, entre eles, "O Menino do Pijama Listrado" e "A Invenção de Hugo Cabret". O rapaz convence com uma atuação que amadurece junto com seu personagem.

Abigail Breslin a eterna garotinha de "Pequena Miss Sunshine", nos presenteia com seu encanto nas poucas cenas em que é vista. Completando o time de jovens a linda Hailee Steinfeld, que possui carisma fundamental para uma carreira de sucesso.

"Ender´s Game - O Jogo do Exterminador" é uma coleção de acertos de um diretor questionado, uma redenção cinematográfica que responde a questão levantada no inicio do texto. Imperdível!