segunda-feira, 3 de junho de 2013

O Campeão De Hitler (Max Schmeling) - 2010


Uwel Boll é um maluco, considerado o pior diretor de todos os tempos; o Alemão surgiu do nada e como um passe de mágica estava com os bolsos cheios para torrar em Hollywood; as bombas que o sujeito criou são chamadas de "House Of The Dead" e "Alone In The Dark" - adaptações de jogos de video game; foi o suficiente para o cineasta virar piada entre público e crítica.

Até agora não tive a oportunidade de assistir as produções citadas, mas conferi alguns filmes do diretor e posso afirmar, o cara é bom e tem culhões! Duvida?! Assista "Darfur Deserto De Sangue" onde o sujeito não poupa o espectador da violência que assombra aquele local; no decorrer da projeção o rapaz mostra o massacre de bebês e crianças, tudo on screen.

Ainda não se convenceu que ele é "badass"? Então assista "Rampage" onde o sujeito mostra o cotidiano de um psicopata que planeja andar pela cidade com uma arma e atirar em tudo que vê pela frente; é isso mesmo que é mostrado no decorrer de toda a película, um verdadeiro massacre que só um homem pirado teria coragem de filmar.

"O Campeão De Hitler" é uma super produção alemã, que custou 7 milhões de dólares! É difícil acreditar que o orçamento final foi tão baixo; a reconstrução de época beirou a perfeição com cenários e figurinos excelentes.

O roteiro foca na vida de Max Schmeling (Henry Maske) o melhor lutador daquele país; e que história incrível! Antes de Hitler chegar ao poder Schmeling já era famoso em sua terra, com a chegada do bigodudo ao governo as lutas de Schmeling tomaram proporções maiores, ele lutaria pelo orgulho da nação! O boxeador resolve encarar o Americano sensação do momento Joe Luis; um negro que "batia forte" e colocava medo em seus adversários.

Schmeling encarava seus combates apenas como "esporte", já o sujeito do "bigode pequeno" acreditava que também através dos esportes poderia mostrar a superioridade da raça ariana. Schmeling vence a luta e é considerado herói da nação, respeitado pelos nazistas! Max resolve aceitar a revanche e encara novamente Louis e dessa vez o final foi diferente; rapidamente o campeão passa de herói a vilão, de orgulho a vergonha da nação!

Hitler quer apagar o mito Max Schmeling da midia, proibe a divulgação de seu nome em jornais, e envia o sujeito para infantaria exército alemão.

Uwe Boll fez tudo certinho, construiu boas cenas de boxe, retratou o clima de tensão da Alemanha nazista; tecnicamente o sujeito esta melhorando e possui sua propriá identidade - sua "tremidinha" na câmera. Boll se considera o melhor diretor do mundo; lógico que é exagero, mas essa produção o credencia como um dos melhores de seu país.

"O Campeão De Hitler" é sobre luta de homem para manter seus ideais, um lutador dentro e fora do ringue. Max Schmeling a lenda!




Nenhum comentário:

Postar um comentário