sábado, 14 de dezembro de 2013

Thanatomorphose - Apodrecendo sua paciência.


Título: Thanatomorphose - 2012
Diretor: Éric Falardeau
Roteiro: Éric Falardeau
Elenco: Émile Beaudry, Eryka Cantieri, Roch-Denis Gagnon


"Thanatomorphose é um substantivo francês que significa sinais visíveis da decomposição de um organismo, causada pela morte."

Thanatomorphose é aquele típico filme que eu deixaria passar se não fosse todo o hype criado pelos cinéfilos carniceiros. Minha expectativa mesmo com todos os comentários positivos era nula, e após a exibição eu estava errado...era pior, muito pior que o nada(por mais que isso não exista).

Produzido pela Thantofilms(qualquer semelhança com o título não é mera coincidência) a película tenta sem sucesso ser cult, e talvez o maior erro do diretor e roteirista Éric Falardeau seja esse. Os créditos, a tenebrosa trilha sonora, as atuações amadoras e até mesmo a iluminação gritam por "quero ser cult" e não funcionam na maior parte da projeção.


Aqui não existe roteiro, existe um rabisco qualquer onde uma mulher começa a apodrecer de dentro para fora após transar com seu namorado...é apenas isso, acompanhamos 1 hora e 35 minutos de imagens que vão literalmente apodrecendo a paciência do espectador. Lembrando que os diálogos são quase inexistentes.

Lógico que a pessoa que se propõe a assistir a película não espera um roteiro elaborado e atuações inesquecíveis, a expectativa é apenas ver o caos, ver a tal garota apodrecendo com muito sangue e nojeira, porém, isso acontece da pior forma possível....Falardeau enrola o público com várias cenas desnecessárias até que tira um pedaço do corpo da garota, e isso se repete sucessivamente até os créditos finais.

Thanatomorphose possui apenas dois pontos positivos, maquiagem e trilha sonora. O elenco é amador e a protagonista não possui nenhum atrativo para o público, não existe o exercício de aproximar a personagem do espectador. Aviso para os homens: a garota é bem dispensável.

Apesar de todos os pontos negativos, assistir Thanatomorphose é um experiência única, prepare-se para sentir nojo, perder a paciência e sentir raiva de si mesmo por perder tempo assistindo esse atentado cinematográfico.




28 comentários:

  1. Rapaz......assisti ao filme horroroso que mostra o estupro de uma criança e que fez rebuliço na mídia e uma amiga, infelizmente, me obrigou a ver. Não caio mais nessa. A Maquiagem e a trilha serem boas, dentro de uma sinopse dessa não me agrada JAMAIS.

    ABS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o Hope? Pq esse filme foi inspirado em caso real da coreia... Eu vi o filme e me senti mal, pq era muito detalhado, parecia tão real...

      Excluir
  2. Se o comentário acima refere-se ao Serbian Film, minha opinião vale para os dois : tentativa barata e patética de chocar com "tabus", com coisas "que não se pode". Tudo isso para disfarçar uma gritante falta de qualidade em todos os sentidos. Até os mortos vivos de Walking Dead tem mais qualidade de maquiagem. Por favor senhores, vamos nos chocar com a mediocridade e não com sustinhos e nojinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é Serbian, é Centopéia é esse filme aí, os roteristas desses filmes é um mais maluco do que o outro, qual será a proxima alienação

      Excluir
  3. Esse foi o pior filme que já vi em toda minha vida! kkk

    ResponderExcluir
  4. Se ficou podre depois que transou com o namorado...

    Caraca hein...Como diria "Que porra é essa"

    kkkkk

    Fui.

    ResponderExcluir
  5. Acabo de ver o filme, concordo com tudo que escreveu, principalmente quando diz : (...) "assistir Thanatomorphose é um experiência única, prepare-se para sentir nojo, perder a paciência e sentir raiva de si mesmo por perder tempo assistindo esse atentado cinematográfico." foi isso que senti, raiva de mim e a paciencia indo pro inferno, contava os minutos para o filme acabar, 1h e 35 mts jogados fora, poderia estar jogando Arkanoid, seria muito mais emocionante. ah sim, a trilha sonora é otima, não conhecia Black Angels, pelo menos uma coisa boa salvou o dia.

    " Força Sempre"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde assistiu o filme? Coloque o link, por favor.

      Excluir
  6. Nao sei como é o mais baixado do horror alternativo... Sinceramente não acontece nada. Fico feliz de encontrar alguém que compartilhe comigo a opiniao sobre o filme. É meio sem nexo, maquiagem é boa porem achei que nao emplaca. Nao tem uma historia. Achei engraçado quando ela matou aquele cara com uma pauladinha... kkk ele forte, ela em decomposição deu uma paulada parece de mentirinha... queria ver ate o final pra ver se ate la contecia algo e nao aconteceu nada!!! Nao senti tanto nojo, mas achei chato... agora quando nao me agradar de um filme nao vou me prender, me obrigar a assistir ate o fim... nao vale a pena! Fora que a garota parecia ter cara de ser daquelas meninas bem enjoadinhas, meio mau humorada mas nem tanto, fechada... enfim, pra quem gosta de nojeira é uma boa pedia, pa quem gosta de um bom roteiro, historia bacana, ação... essas coisas nao assistam!!!

    ResponderExcluir
  7. pelos comentários nem vou assistir, ja imagino uma bosta , o monstro do armário deve ser melhor,a camisinha assassina, videodrome,assistem é bizarro acho bom

    ResponderExcluir
  8. Devia ter lido isso antes de perder 1h35 de vida... (E que mais pareceram 327h)
    E no fim, nem senti tanto nojo assim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou tentando entender o hype por esse filme.

      Excluir
    2. Como sou do contra: AMEI O FILME!! #SQN hauahduhsdfu
      A verdade é que eu fiquei boiando até a metade do filme e meu namorado assim como todo mundo deste post queria desligar desde o primeiro minuto pq já sacava q coisa boa ñ ia sair dali. Mas como eu sou Psicóloga e imaginava que teria alguma mensagem simbólica muito grande por trás de tanta nojeira fui movida pela curiosidade mórbida de assistir até o fim e pesquisei mais a respeito para ter mais autoridade em analisar. Talvez os produtores não conseguiram ou não quiseram dar as interpretações e significados das atitudes da protagonista de mão beijada, para que pudéssemos refletir um pouco. O problema é que o nojo domina e ninguém quer pensar em mais nada a não ser o tempo perdido kkk.
      O filme retrata uma doença denominada de síndrome de Cotard onde a pessoa é acometida por distúrbio psicótico e depressivo e pensa estar apodrecendo, não reagindo a estímulos exteriores nem a outras pessoas. Quem já ouviu essa frase: “Fulano é podre por dentro”? Imagina uma pessoa sem caráter, inescrupulosa, imoral ou alguém em estado de putrefação andando vivo por aí? Foi exatamente isso que o filme quis passar. Uma mulher (que não precisa e ñ deve ter o corpo de uma panicat já que a mensagem é a feiura do ser e não seu físico para os flapadores de plantão!!) começa a presenciar um vazio existencial tão intenso que alucina a podridão de seu ser.
      Eu imagino que o filme foi dividido em três capitulos (um mais insano que o outro) representado o fato de a síndrome apresentar três etapas de adoecimento. Na primeira etapa - Germinação - os pacientes sofrem crises de depressão psicótica e sintomas hipocondríacos (lembre-se que a protagonista tomava vários remédios e tinha um kit de emergência bem generoso rsrs). A segunda etapa - Florescimento- é caracterizada pelo desenvolvimento completo e explosivo da síndrome e os delírios de negação. A terceira etapa - Crônica - é caracterizada por delírios graves e depressão crônica.
      Li em várias resenhas que a morte se deu quando ela teve uma relação sexual com o namorado, parecendo até que adquiriu uma DST. Mas vale ressaltar que é após assumir que não quer mais esculpir que o apodrecimento interno começa vir à tona como se o trabalho fosse a única coisa que ainda mantinha o sentido de existência e este passa a ficar totalmente conturbado em sua mente. Ela "mata" pessoas próximas, faz uma busca ensandecida por prazer para tentar se sentir viva, não se sente merecedora de ajuda e prefere definhar sozinha.
      Esse filme mostra uma fantasia que todos nós vivemos na atualidade: que o reconhecimento trás vida mas sem ele na sociedade somos meros pedaços de carne que após sofrer por tanto prestígio e bens materiais irá apodrecer debaixo da terra!!
      FILME GENIAL!!! Não é para todos os gostos, não é qualquer um que entende, mas depois tirei o chapéu!

      Excluir
  9. Sim, sou o único ser humano que gostou de Thanotamorphose...

    ResponderExcluir
  10. E algumas pessoas ainda tem a coragem de comparar esse filme ao Contracted.
    Contracted é um dos melhores filmes que ja vi, enquanto esse ai foi o pior de todos.
    Sem nexo, sem história, sem dialogos, uma bosta de elenco (nem a personagem principal salva, realmente sem atrativo nenhum!!).
    Aliás eu só entendi a história do filme porque eu fui procurar pela internet alguém que tinha entendido o filme, porque nem isso o diretor fez. O mínimo que ele devia ter feito após esse lixo de filme era ter explicado o porque de tudo isso.
    Enfim, o filme é trágico. Só tem cena nojenta e história que é bom nada. A única reação que provoca ao publico é nojo e ódio por ter perdido quase 2h de vida vendo essa aberração.
    Nota 0, o pior filme que já vi e acredito que de muitos também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nas mãos de um bom roteirista sairia algo de bom...

      Excluir
  11. Filme nota 10, para os "não ignorantes de plantão" claro. Poucos vão entender, o melhor comentário, lá em cima, Síndrome de Cotard, Que é exatamente o que eu também entendi, a pessoa é viva, mas se sente morta por dentro, eventualmente, chegando a este estado de depressão crônica, Adorei. Éric Falardeau que e escritor e diretor do filme, colocou os sintomas dessa síndrome, de uma forma, mais nua e crua possível. Poucos vão entender, e vão achar que é filme pra doente. Doente é quem assiste e sente prazer ao ver por exemplo, e não aprende a real lógica do filme. Eu assisti, é nojento, e como já entendi, não gosto de ver filme mais de uma vez. Mas recomendo para todos meus amigos que amam Gore, ainda mais com uma pitada psicológica mostrando como uma pessoa sofre ao ter uma síndrome dessas. Que serve pra pessoas também que não entendem pessoas que sofrem de depressão e síndrome do pânico que é o meu caso, já fui chamado de vagabundo, de não ter um objetivo de vida, sendo que na verdade eu tava com problemas sérios e avançados de depressão, quando procurei o psiquiatra, fui diagnosticado com Síndrome do Pânico, e com o tratamento, minha vida, foi andando, arrumei emprego, tirei carta, coisa que antes, nossa, eu tinha pavor só de pensar em dirigir alguma coisa, pois tinha medo e paranoia de tudo e me isolava de tudo, assim como a atriz no filme. Enfim resumindo: Esse é o filme para ignorantes entenderem, que a loucura, não é coisa de gente ruim e perversa, e sim é uma doença, e que deve ser tratada.

    ResponderExcluir
  12. O pior filme que já assisti. Que bosta!

    ResponderExcluir
  13. Cara assisti esse filme ontem (as 1:15 da madrugada 25/01/2017) o filme já começa do nada sem explicação. Muito doentio,nojento,bizarro,cabuloso,literalmente sem noção, e perda de tempo.

    ResponderExcluir
  14. Eu não consigo achar o filme,quero muito assistir

    ResponderExcluir
  15. Eu não consigo achar o filme,quero muito assistir

    ResponderExcluir