quinta-feira, 23 de maio de 2013

João E Maria Caçadores De Bruxas (Hensel & Gretel Witch Hunters) - 2013


Esse era um dos que entrariam para minha lista de boicote; antes de assisti-lo minha opinião era que se tratava de mais um "blockbuster" feito para pessoas que não se importam com bons roteiros; o fato é que esse filme é isso mesmo, o diferencial aqui é que a produção não se leva a serio.

"João e Maria: Caçadores De Bruxas" conta com Tommy Wirkola diretor Norueguês que faz sua estreia no cinema Americano; diga-se de passagem, um diretor de colhões, até porque não é qualquer diretor que no mesmo "blockbuster" mata crianças, faz jorrar sangue em tela e ainda presenteia o espectador com cenas de nudez e bruxas que mais parecem demônios?! O ponto falho da direção foi picotar as cenas de luta que perdem todo o charme com esse tipo de edição.

Jeremy Renner (João) e Gemma Arterton (Maria) são os irmãos que viram caçadores de bruxas; encare como uma adaptação livre desse conto. O casal de protagonistas esta muito bem, Jeremy se destaca cada vez mais em grandes produções e Gemma Arterton se encaixou perfeitamente no papel. No elenco ainda temos a Norueguesa Ingrid Bolso Berdal que constantemente é escalada para produções americanas e começa a ser merecidamente reconhecida mesmo que aqui tenha um pequeno papel como bruxa; destaque mesmo fica para Famke Janssen que apresenta excelente atuação como a principal bruxa da película.

O roteiro tambem é assinado por Tommy Wirkola em parceria com Dante Harper, e se trata de uma bomba sem precedentes; eu passei a projeção inteira me perguntando em que lugar os irmãos caçadores de bruxas conseguiram aquelas roupas totalmente à frente do seu tempo. Qual a origem de armas com tecnologia tão avançada?!

Essa é aquela tipica produção que se fosse feita nos anos 80 seria bem mais divertida,  um dos pontos em questão são os efeitos especiais; o CGI pode ser mais pratico, mas ele ainda não convence parte do publico e eu me incluo nesse grupo. Em contrapartida a maquiagem das bruxas ficaram assustadoras!

"João e Maria" apesar das falhas se mostra eficiente em sua proposta; diversão rasteira para assistir com cérebro desligado.




Nenhum comentário:

Postar um comentário