sábado, 29 de janeiro de 2011

Monsters


Em tempos de ficção cientifica vários são os filmes que tentaram e tentarão pegar sucesso no já clássico Distrito 9.

Mas como não se repetir e não cair na armadilha das copias baratas? Com muita criatividade, e foi assim que o diretor Gareth Edwards nos proporciona uma visão fascinante de como ficaria o mundo após a invasão alienígena.

Algumas criticas sociais se encontram no decorrer do longa, que se passa em sua maior parte no México, e dai entra todo aquele problema de fronteira entre México e Eua, mas aqui com o agravante da invasão que teve seu ápice no país mais pobre.

Fotografia excelente para uma produção de baixo orçamento, e roteiro que se segura nos personagens bem construídos.

O ritmo do filme é lento, as cenas de ação são poucas e bem feitas, aqui o suspense é sugerido e os monstros não aparecem em cena o tempo todo. Destaque para a ultima cena do filme que pode ser interpretada de varias formas, criando assim aquele típico final do qual você adora ou odeia.

Gareth Edwards alem de diretor ficou com o cargo de roteirista, diretor de fotografia e efeitos visuais. Monster é excelente para quem conseguir entender a proposta do diretor, foi o meu caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário