sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Lovelace - A Garganta Profunda!



Título: Lovelace (Lovelace) - 2013
Diretor: Rob Epstein, Jeffrey Friedman
Roteiro: Andy Bellin
Elenco:  Amanda Seyfried, James Franco, Peter Sarsgaard, Sharon Stone, Robert Patrick, Juno Temple, Eric Roberts, Adam Brody


Eu não conhecia muito sobre a atriz pornô Linda Lovelace, sabia apenas que ela tinha feito o famoso "Garganta Profunda", considerado clássico do gênero, então minha expectativa era ver uma louca história de sexo e drogas...engano!

Amanda Seyfried é a protagonista e confesso que está foi minha principal motivação para encarar um filme que eu pensava ser uma versão teen do famoso "Boogie Nights" do diretor Paul Thomas Anderson. Eu também não esperava que a atriz fosse encarar com naturalidade cenas de sexo e nudez...outro engano!

O roteiro é bem ágil e conta a história de forma simples e eficaz - não enchendo a paciência do espectador com voltas e mais voltas para chegar ao ponto certo e que Lovelace entrou para o mundo da putaria.


A personagem vivida por Seyfried é o retrato de uma época onde as mulheres eram reprimidas e por isso facilmente manipuladas por homens como Chucky Traynor (Peter Sarsgaard) um calhorda que viu na jovem a oportunidade enriquecer no cinema adulto - para isso ele seduz a garota, casa com a mesma e constrói um mundo de medo e opressão entre o casal, para assim ter controle físico e psicológico sobre sua esposa.

O filme é feliz em passar a  mensagem que esse tipo de relacionamento sequestrada a identidade da pessoa oprimida, transformando esta em um objeto para o opressor...

Os diretores Jeffrey Friedman e Rob Epstein, entregaram um trabalho que não apela para as cenas de sexo gratuitas - o mesmo acontece com a parte dramática do filme, que não cai nas armadilhas do gênero - onde todos os pontos foram concebidos de forma correta, afim de atingir todos os tipos de espectadores.


O elenco possui nomes de peso como Sharon Stone e Robert Patrick que estão sensacionais como pais de Lovelace. Ainda encontramos Juno Temple, James FrancoAdam Brody e Eric Roberts em pequenas participações. Como não poderia deixar de ser o destaque fica para Amanda Sayfriend que até então entregou o papel mais polêmico de sua carreira; assim como Peter Sarsgaard que não deixa seu personagem virar o típico vilão caricato.

Lovelace possui uma atmosfera cult e consegue dizer ao que veio - surpreendendo o espectador que esperava um filme apelativo e vazio.






Nenhum comentário:

Postar um comentário