segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Somos O Que Somos - A insanidade humana!



Título: Somos o Que Somos (We Are What We Are) - 2013
Diretor: Jim Mickle
Roteiro: Nick Damici, Jorge Michel Grau, Jim Mickle
Elenco: Bill Sage, Ambyr Childers, Julia Garner


"Eu faço isso por amor

Eles fazem pela vontade de Deus."


O que faz um filme do gênero horror se destacar entre tantas tralhas lançadas ultimamente? Acertou se você pensou na palavra "roteiro" - esse é o principal ingrediente desse interessante filme dirigido e roteirizado por Jim Mickle.

"Somos o Que Somos" é um remake do filme Mexicano "Somos lo que Hay", que eu não assisti e não será utilizado como padrão nesse texto.


O roteiro conta a história de três irmãos que perderam a mãe e convivem com a insanidade do pai - um fanático religioso que entra em uma profunda paranoia quando se encontra sozinho na luta para manter a tradição da família. Essa "tradição" é o principal segredo do filme que só é revelado após meia hora de projeção - até ai existe uma excelente construção de personagens - fundamental para a ideia central do filme não ser rotulada como gratuita. Atenção especial para o elenco com atuações memoráveis, destacando Bill Sage totalmente insano!

O andamento do filme é lento, o suspense cresce gradativamente e o terror existe nas motivações dos personagens, assim como o drama que atormenta a mente desses. Aqui não existe sangue em profusão, o gore é quase nulo, porém, o psicológico do espectador colide com horror quando este é confrontado com a mais cruel e fria natureza humana.


Jim Nickle explora seus atributos técnicos de forma positiva, apresentado uma excepcional fotografia com enquadramentos simples e eficientes. Vale destacar a trilha sonora que ajuda na construção da atmosfera macabra e pesada presente no decorrer de toda a projeção.

"Somos o Que Somos" possui elementos de vários gêneros e o grande mérito é não se perder em meio a tantas armadilhas que esses segmentos possuem - por isso e por todos os elementos citados, a obra é imperdível para todos os amantes do terror!




Um comentário:

  1. Olá Marcelo,

    Sou leitor do Friden Cult e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema - o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que você também passasse a publicar seus textos no Cinema Total - assim você também atinge o público que acessa o Cinema Total e não conhece o Friden Cult.

    Se você gostar do site, também peço que coloque um link para ele no Friden Cult, na seção Apoio ou Parceria.

    Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

    Um abraço,

    Marcos
    www.cinematotal.com
    marcos@cinematotal.com

    ResponderExcluir