domingo, 29 de dezembro de 2013

Kung Fury: Hitler, Thor, gostosas e policias em trailer imperdível!



Kung Fury é um projeto idealizado pela produtora Laser Company que tem como objetivo homenagear os clássicos de ação dos anos 80.

A produtora soltou um trailer com objetivo de arrecadar fundos para a pós produção do curta - que já foi filmado na Suécia e a intenção é distribuir a película gratuitamente na rede.

Quem quiser colaborar e obter mais informações acesse o site da Kickstarter.

A ideia é tão foda que une policiais, Thor, Hitler, gostosas e viagens no tempo - tudo na mesma trama e de forma genial!

O trailer é apenas um saboroso aperitivo do atentado cinematográfico que vem por ai!



domingo, 22 de dezembro de 2013

Invasão A Casa Branca - A velha escola em alta voltagem!



Título: Invasão A Casa Branca (Olympus Has Fallen) - 2013
Diretor: Antonie Fuqua
Roteiro:  Creighton Rothenberger, Katrin Benedikt
Elenco: Gerard Butler, Aaron Eckhart, Morgan Freeman


Invasão A Casa Branca é um filmaço! Apesar de todo o jeitão blockbuster essa produção nada mais é que um filme de ação da velha escola com orçamento milionário.

Dirigido por Antonie Fuqua que tem em seu currículo munições como "Assassinos Substitutos", "Dia de Treinamento" e "Atirador", além de outros cartuchos de alta destruição. Aqui o sujeito manda tudo pelos ares e invade o maior símbolo de poder dos Estados Unidos.

O roteiro é ágil e parte direto para o massacre! Logo no início da projeção o espaço aéreo americano é invadido por um super avião que detona qualquer tentativa de defesa - em terra a invasão a casa branca é sangrenta, com destaque para alta contagem de corpos de civis e agentes americanos. O realismo dessas cenas e o cenário de destruição justificam os 70 milhões de dólares investidos.



Gerard Butler é Mike Banning, aquele que vai entrar na casa branca e detonar cada coreano safado - inclua ai facadas na cabeça, porradaria e litros de sangue. Atuação surpreendente de Butler que constrói um novo herói cinematográfico e de quebra se torna um grande nome para o cinema de ação.

No elenco ainda temos Aaron Eckhart como presidente dos Estados Unidos; Melissa Leo como secretária de defesa; Angela Basset como diretora do serviço secreto e Morgan Freeman como um fodão do governo que temporariamente assume a presidência. Todos envolvidos com o clima de alta voltagem da película, entregando atuações condizentes com a proposta do filme.

As cenas de ação unem o melhor da velha com a nova escola, o que torna a projeção interessante para todos os apreciadores do gênero.

Invasão A Casa Branca não poupa o espectador de cenas fortes com classificação MPAA (violência extrema), um raro caso se tratando de um blockbuster - todos esses elementos o credenciam a figurar entre os melhores filmes do ano.







sábado, 14 de dezembro de 2013

Thanatomorphose - Apodrecendo sua paciência.


Título: Thanatomorphose - 2012
Diretor: Éric Falardeau
Roteiro: Éric Falardeau
Elenco: Émile Beaudry, Eryka Cantieri, Roch-Denis Gagnon


"Thanatomorphose é um substantivo francês que significa sinais visíveis da decomposição de um organismo, causada pela morte."

Thanatomorphose é aquele típico filme que eu deixaria passar se não fosse todo o hype criado pelos cinéfilos carniceiros. Minha expectativa mesmo com todos os comentários positivos era nula, e após a exibição eu estava errado...era pior, muito pior que o nada(por mais que isso não exista).

Produzido pela Thantofilms(qualquer semelhança com o título não é mera coincidência) a película tenta sem sucesso ser cult, e talvez o maior erro do diretor e roteirista Éric Falardeau seja esse. Os créditos, a tenebrosa trilha sonora, as atuações amadoras e até mesmo a iluminação gritam por "quero ser cult" e não funcionam na maior parte da projeção.


Aqui não existe roteiro, existe um rabisco qualquer onde uma mulher começa a apodrecer de dentro para fora após transar com seu namorado...é apenas isso, acompanhamos 1 hora e 35 minutos de imagens que vão literalmente apodrecendo a paciência do espectador. Lembrando que os diálogos são quase inexistentes.

Lógico que a pessoa que se propõe a assistir a película não espera um roteiro elaborado e atuações inesquecíveis, a expectativa é apenas ver o caos, ver a tal garota apodrecendo com muito sangue e nojeira, porém, isso acontece da pior forma possível....Falardeau enrola o público com várias cenas desnecessárias até que tira um pedaço do corpo da garota, e isso se repete sucessivamente até os créditos finais.

Thanatomorphose possui apenas dois pontos positivos, maquiagem e trilha sonora. O elenco é amador e a protagonista não possui nenhum atrativo para o público, não existe o exercício de aproximar a personagem do espectador. Aviso para os homens: a garota é bem dispensável.

Apesar de todos os pontos negativos, assistir Thanatomorphose é um experiência única, prepare-se para sentir nojo, perder a paciência e sentir raiva de si mesmo por perder tempo assistindo esse atentado cinematográfico.