quarta-feira, 6 de março de 2013

O Lado Bom Da Vida (Silver Linings Playbook) - 2012


Crítica feita por mim para o portalcritico.com

A produção mais badalada do momento é a comédia romântica assinada por David O. Russel diretor responsável por bons filmes como "O Vencedor" e "Três Reis". Em "O Lado Bom Da Vida" o diretor explora ao máximo um roteiro clichê que se mostra eficiente por conter personagens "fortes" e carismáticos.

A historia é sobre Pat (Bradley Cooper) um sujeito que acaba de sair de um sanatório e decide reconstruir sua vida. O problema é que o rapaz tem uma obsessão por sua ex-esposa que faz com que seu mundo gire em torno da mesma: tudo que ele faz de melhor é para impressioná-la.

Em um jantar na casa de um amigo, Pat é apresentado à Tiffany, uma bela viúva que também sofre de problemas psicológicos. Entre brigas e danças, o casal vai redescobrir "o lado bom da vida". A receita é simples: um casal de "malucos" buscando reconstruir suas vidas. Esta aí o delicioso "bolo" que se torna esse filme que é sucesso de publico e critica.

Destaque para a direção que explora o melhor de seus atores e também conta com um belo trabalho de câmera proporcionando eficientes e belos enquadramentos. Destaque também para o elenco encabeçado por Bradley Cooper que está excelente e entrega a melhor atuação de sua carreira até agora; e Jennifer Lawrence apresenta ótimo desempenho, mas não o suficiente para ser indicada ao Oscar. Vale ressaltar que a química do casal é perfeita, o que ajuda o espectador a se identificar com os personagens e "comprar" a história.

O elenco coadjuvante também chama atenção com Robert De Niro atuando de forma convincente como há muito tempo não fazia. Chris Tucker impagável e a eterna adolescente Julie Stiles aparece em uma participação discreta.

O Lado Bom Da Vida se aventura em clichês do gênero; tudo aqui apresentado já foi visto em outras produções. O grande mérito da produção foi não ser diferente de outros filmes com a mesma temática, mas tentar ser o melhor dentro da sua falta de originalidade. O resultado? A melhor comédia romântica dos últimos tempos!




Nenhum comentário:

Postar um comentário