segunda-feira, 19 de março de 2012

Nocaute (Knockout) - 2011


Superação, boxe e bullying é isso que você encontra no bom Nocaute que tem em seu elenco o grandalhão Steve Austin.

O roteiro é simples, um jovem nerd enfrenta os desafios de estudar em uma nova escola, e seu jeito de se vestir e se comportar chama atenção dos valentões que começam a perseguir o rapaz. Apaixonado por boxe  Matthew Miller(Daniel Magder) tem em seu avô ex lutador um ídolo, o garoto vê a oportunidade de entrar para o mundo do boxe quando descobre que em sua nova escola existe uma equipe que prepara lutadores para campeonatos profissionais.

Logico que o garoto resolve encarar o desafio, logo depois ele descobre que para entrar na equipe terá que lutar com os valentões que o perseguem, e esses são os melhores lutadores da equipe. E também é logico que com seu jeito desajeitado o garoto não é aceito na equipe. Observado de longe pelo zelador Dan Barnes(Steve Austin) que consegue ver no garoto um grande potencial, resolve treina-lo.

Com essa historia o roteiro passeia por lugares comuns mais que sempre funcionam para esse tipo de produção. A direção assinada por Anne Wheeler consegue imprimir bom ritmo e não cai na armadilha de tornar o filme piegas. As cenas de luta são boas mas nada fora do comum. A atuação do jovem Daniel Magder consegue nos tornar íntimos do personagem, já Steve Austin vem melhorando seu jeito de atuar com papeis de mais profundidade como esse.

Não se trata de um novo clássico do estilo, mas é recomendado para quem curte esse tipo de produção.




terça-feira, 13 de março de 2012

Visões De Um Crime (Faces In The Crowd) - 2011



Muitas produções são julgadas pelo publico antes de serem assistidas, seja pelo nome, capa ou mesmo a sinopse. Em muitos casos deixamos de assistir um ótimo filme por isso. "Visões de um Crime" poderia se encaixar nessa lista.

Como protagonista temos Milla Jovovich como Anna Marchant que testemunha um assassinato no meio da rua e no desespero para fugir do assassino acaba batendo a cabeça, o que resulta em uma rara doença onde a pessoa não reconhece os rostos, a vitima consegue lembrar de toda a sua vida mas não consegue reconhecer os rostos das pessoas.

Ótimo roteiro e direção de Julien Magnat, que consegue manter um bom ritmo durante toda a projeção e consegue construir personagens interessantes. Atuação excelente de Milla Jovovich que aos poucos vai mostrando para o mundo que consegue atuar bem em papeis que exigem mais dedicação. Destaque para a trilha sonora que se encaixou perfeitamente com as cenas!

Então temos um assassino em serie solto pela cidade, uma testemunha que se lembra de tudo menos do rosto do assassino, excelente para quem curte um bom suspense!




A Última Seita (The Last Sect) - 2006

 
Uma produção sem nada de novo e que por falta de orçamento e competência de seus idealizadores não consegue fazer o básico dos filmes de terror e vampiros.

No elenco temos David Carradine e Julian Richings que são os únicos que se salvam nessa tralha fadada ao fracasso desde seu péssimo roteiro, passando pela edição e direção ridículas. Com certeza esses atores citados ou conheciam algum dos envolvidos na produção desse lixo ou estavam precisando do cheque.

Algumas vampiras gostosas, nenhuma aparece nua, ou seja, a produção se levou a serio, ao invés de embarcar para o lado trash, eles resolveram levar a produção a serio e o máximo que conseguiram foi virar piada do publico e serem bombardeados pela critica.

O plot do filme é o seguinte, uma jornalista e seu fotografo descobrem um site de ritual "vampiresco" e resolvem entrevistar os donos do site. Logico que os donos do site tem um interesse por trás disso, que é a jornalista Sydney St. James(Natalie Brown), eles querem seduzi-la e fazer com que a mesma sinta vontade de ser tonar vampira?! Que roteiro é esse, que retardado escreve algo do tipo? Temos um nome para ele David Robbeson, que deveria ter vergonha de ter escrito algo tão medonho. Jonathan Dueck assina a direção e também deveria ter vergonha de ter feito essa palhaçada atrás da filmagens.

Alguma cena se salva? Apenas as cenas onde Van Helsing(David Carradine) e Karpov(Julian Richings) matam algumas vampiras. Péssimo, passem longe!





Obs: Não achei o trailer!



sábado, 10 de março de 2012

O Mafioso (Kill The Irishman) - 2011


Acompanhe a vida de Danny Green um irlandês que se tornou um dos maiores mafiosos que ja existiu nos Estados Unidos!

Dirigido por  Jonathan Hensleigh essa produção consegue transmitir com perfeição o que foram os anos 70 para Cleveland. A mafia era divida por Italianos e Irlandeses até Danny Green entrar no ramo e com sua personalidade explosiva provocar uma gerra entre mafiosos.

Elenco de peso com nomes como Ray Stevenson, Val Kilmer, Christopher Walken, Vinnie Jones eVincent D´Onofrio, essa produção não teve o merecido destaque.

Para quem curte hitorias reais e mafiosos, esse aqui é um prato cheio, com bom ritmo, e como não deveria deixar de ser, otimas atuações, destaque para Ray Stevenson que interpreta Danny Green perfeitamente, e fisicamente o cara ficou identico. Enquanto vemos pessimas produções infestando as salas de cinema, temos que assistir um filme como esse em dvd, não que isso seja ruim, mas esse não merecia ser lançado diretamente em video. A produção utilizou algumas cenas reais o que da mais realismo ao filme, não deixe de assistir!






Curta - Le Queloune



Assista Le Queloune talvez seja um dos melhores curtas de terror ja feitos, palhaços e zumbis! Imperdivel!



quinta-feira, 8 de março de 2012

Curta - Doodlebug curta de Christopher Nolan


Curta dirigido pelo aclamado Christopher Nolan diretor dos famosos "Batman Cavaleiros das Trevas" e "A Origem". Em poucos mintuos Nolan consegue mostrar toda a fragilidade da mente humana!


domingo, 4 de março de 2012

O Pacto (Seeking Justice) - 2011


Nicolas está de volta a forma que o consagrou, Nicolas Cage deu a volta por cima e conseguiu emplacar bons papeis em boas produções! Interpretando o professor Will Gerard, ele tem a missão de passar a imagem de um homem comum, com valores, mas que não é piegas! E Nicolas faz isso perfeitamente!

A produção foca no casal vivido por Nicolas Cage e January Jones, que estão felizes e cheios de planos, mas a moça é estuprada e tudo se transforma. Ainda no hospital e bastante transtornado com a situação Will Gerard recebe uma proposta de Simon(Guy Pearce) onde o estuprador de sua mulher seria assassinado e o que ele precisaria fazer era uma favor no futuro. Lógico que a proposta é aceita e o estuprador eliminado.

A organização resolve então cobrar o "favor" que Will estava devendo, e ai que o filme toma seu rumo. Varias duvidas surgem para o publico no decorrer da projeção. Quem esta por trás da organização que extermina assassinos, pedófilos e corruptos? Quem é Simon chefe da organização? São varias pontas que o roteiro faz questão de deixar soltas para só revelar no final, e o grande mérito desse roteiro é não deixar pontas soltas no fim da produção.

A direção segura de Roger Donaldson mantém o ritmo do filme que como um bom thriller ganha força aos poucos e tem seu ápice no final. Atuação excelente de Guy Pearce!

"O Pacto" mostra que Nicolas Cage ainda tem muita lenha para queimar. Imperdivel!